Se a Chapada dos Veadeiros é um lugar de mistérios, UFOs e seres sagrados, o Vale da Lua é o portal!

Com suas formações rochosas e cristais que remontam a mais de um bilhão de anos, esse sítio geológico é reconhecido por receber as mais extraordinárias “criaturas” em seu solo marcado por crateras, corredeiras e caldeirões. Essas características realmente a fazem parecer com a Lua, e a tornam uma experiência diferente de tudo que você verá ao longo da viagem.

Além disso, é um dos passeios mais tranquilos que tem. Autoguiado e de trilha fácil (10-15 minutos), pode até combinar com outro passeio no mesmo dia, se você estiver com o tempo curto. Ademais, você precisará pagar a entrada em dinheiro, no valor de R$ 40.

Aliás, é importante se ater ao dia e horário de visitação: devido à sua popularidade, existe a possibilidade de aglomeração no local. Dado que o Vale da Lua é um lugar verdadeiramente mágico e único, uma quantidade excessiva de visitantes pode comprometer a experiência. Em outras palavras, é aconselhável programar sua chegada o mais cedo possível ou optar por dias menos movimentados, como durante a semana, evitando especialmente os feriado

Por fim, outra informação importante: das duas vezes em que fui para a Chapada, um incêndio teve início precisamente no Vale da Lua, e provavelmente provocado pela bituca de cigarro de um turista negligente. Isto é, é fundamental não ser essa pessoa; evite fumar durante os passeios, pois a natureza nesta área é extremamente sensível.

  •        Autoguiada
  •        Fácil
  •        R$ 40
  •        38 quilômetros sentido São Jorge
  •        1.2 quilômetros de trilha ida

COMO CHEGAR

Saindo de Alto Paraíso sentido São Jorge. Percorra 38 quilômetros, sendo 35 de asfalto e os últimos 3,5 quilômetros em estrada de terra pela GO-239, até chegar à entrada da trilha, que tem apenas 1,2 quilômetros. Ao final do passeio, não deixe de passar pelo quiosque próximo à entrada para desfrutar de um refrescante suco e saborear um delicioso pastel 🙂