A Cachoeira do Segredo é conhecida por representar a energia feminina da Chapada dos Veadeiros. Com cerca de 100 metros de altura, as suas águas caem por um paredão de cânion fascinante e repleto de verde. O próprio caminho, que te leva até essa última cachoeira, já é maravilhoso: percorrido dentro da mata densa, passando por rios e piscinas naturais de cor esmeralda.

Um dia foi escondida pelos garimpeiros, por ser uma região rica em ouro; hoje, é um dos passeios mais famosos da região; E por ser tão popular, a trilha é muito bem-feita. Pontes para atravessar o rio; decks de madeira; salva vidas na parada principal, banheiros (super lindinhos, por sinal); além de um controle intenso de circulação, separando as pessoas entre grupos de visitação por horário. Aliás, talvez você até tenha que esperar na fila, e o tempo de visitação é contado.

  •         Autoguiada
  •         R$ 50
  •         16 quilômetros ida e volta
  •        56 quilômetros
  •        Sentido São Jorge

 

AS COISAS MUDARAM NA CACHOEIRA DO SEGREDO

Pois é, atualmente só é permitido ficar na cachoeira por um determinado tempo (igual na Cachoeira Santa Bárbara). Além disso, aos que já visitaram a cachoeira, aviso que não é mais possível chegar até sua queda, por conta do risco de pedras caírem. Mas você ainda pode nadar até a metade do poço — e se chocar com a gelidez possivelmente-hipotérmica da água que nunca recebe sol (parece horrível, mas não deixe de entrar, seu corpo agradece).

As coisas mudaram por aqui devido ao aumento no número de turistas. Capaz até de você se deparar com uma fila para atravessar a ponte, por exemplo, o clássico ‘perrengue chique’.

A entrada da Cachoeira do Segredo é no valor de R$ 50 por pessoa sem guia e R$ 45 com guia, pela própria Operadora Segredo. A trilha é tranquila, sem muitas inclinações, mas é bem longa, são 16 quilômetros ida e volta.

Para chegar aqui, são 56 quilômetros de Alto Paraíso, sentido São Jorge.