Em homenagem à rainha Vitória e seu filho Alfred, que em 1860 encomendou o primeiro porto da cidade. O nome V&A Waterfront (que é diferente do museu V&A de design e decoração de Londres), faz jus a um bairro icônico e vitoriano, situado na costa do Atlântico, no porto de Table Bay.

A zona portuária é uma ótima pedida para almoçar e passar a tarde, aproveitando um de seus mais de 80 deliciosos restaurantes com vista para o mar que combinam a culinária internacional e a local. Há, literalmente, de tudo para todos: do melhor da gastronomia à rápidos “grab & go”. Ou também a opção de ir ao V&A Food Market e se deliciar com a “comida de rua”, cerveja artesanal e música ao vivo!

Após o almoço, você pode aproveitar para conhecer todo o complexo do V&A, que inclui mais de 450 lojas (que vendem o que você puder imaginar) e diversas atrações como museus, um parque coberto de atividades para crianças, cinema 4D (o primeiro da África), roda gigante, Battery Park , para praticar skate, basquete etc.  o que mais houver de bom você encontra no site https://www.waterfront.co.za/leisure/attractions/. 

A atração, especialmente recomendada pelo Travel, é o Zeitz MOCAA, o maior museu de arte contemporânea africano do mundo. Além de possuir um dos melhores acervos dedicados, exclusivamente, aos artistas do continente, a arquitetura do seu prédio o faz também digno de uma visita. Isto é, o prédio antes estava abandonado, mas passou por uma reforma — esperada de uma cidade tão alinhada com a sustentabilidade. O museu está aberto para visitação de quinta à domingo, das 10h às 18h, por U$S14,6 (compre pelo site ) Se estiver animado, estenda sua permanência pela região e desfrute de um dos Happy Hours mais badalados da cidade!

 

ROBBEN ISLAND

Aliás, é pelas águas do V&A Waterfront que sai o barco sentido a Robben Island, lugar onde Mandela ficou preso 18 anos, junto a outros prisioneiros políticos da época do Apartheid, e que hoje se transformou em museu em memória e respeito ao passado recente. Ao longo dos anos de Apartheid,  Robben Island foi um lugar em que os prisioneiros debatiam sobre política e projetavam o que viria a ser a democracia sulafriaca.  Aos interessados em experimentar essa história na sua maior intensidade, não deixe de ir! 

Para visitar a ilha, compre os ingressos na entrada ou pelo site (cartão de crédito internacional ou Pick n Pay) por  U$S 25 por adulto e U$S 13,9 crianças de até 17 anos. O trajeto até a prisão é feito de barco, em uma distância de 11km- aproveite a vista!