Destino obrigatório para quem busca uma imersão na arte italiana e europeia, o Museu Nacional de Capodimonte, localizado no Palácio Real de Capodimonte, um majestoso edifício do século XVIII, destaca-se especialmente pela sua concentração em pintura dos séculos XIV ao XVIII. Entre seus tesouros, estão obras-primas de mestres como Rafael, incluindo o famoso “Retrato de um Jovem”, Ticiano, Botticelli e Caravaggio, cuja obra “Flagelação de Cristo” é um dos mais importantes do museu.

Por fim, vale lembrar que o Museu Nacional de Capodimonte não só é renomado por sua coleção de arte, mas também por sua impressionante arquitetura. Concebido para servir como residência real para os Bourbon de Nápoles, o edifício teve a sua construção iniciada em 1738, sob o reinado do rei Carlos VII da Espanha (futuro rei Carlos III da Espanha), que também era o rei de Nápoles na época. Já os Jardins, que rodeiam o museu, são igualmente notáveis — são aproximadamente 134 hectares, que oferecem não apenas uma paisagem exuberante com bosques, parques e jardins formais, mas também vistas deslumbrantes da cidade.

Localização: Capodimonte
Como chegar: de ônibus (linhas 168, C63, C64, C65 e C66) ou de metrô, cuja estação mais próxima é Museo (1,5 km de distância)
Preço: € 12, com desconto de 50% para estudantes e idosos.
Horário de Funcionamento: das 08h30 às 19h30. Fechado às quartas-feiras.