Em frente a Hagia Sofia, entrando por uma casinha de pedra, está a Basílica Cisterna. É uma das cisternas mais famosas de Istambul, e isso significa bastante considerando que o subsolo da cidade é repleto de cisternas — estas usadas pelos romanos para estocar água e abastecer os palácios.Até que fossem construídos arquedutos, as cisternas continuavam a ser usadas; mas então, foram abandonadas.Algumas encontradas depois de um tempo por arqueológos, em parte restaurante, parte aterrado e parte segue fechada.

Mas o que faz da Basílica Cisterna a mais conhecida? Ao atravessar a porta, uma escadaria te leva ao subsolo. Luzes, ecos, roteiro o reflexo da água e colunas enormes dão a sensação de que se está sonhando. Fica ainda mais interessante quando você percebe a cabeça das medusas. Essa figura mitológica era conhecida por transformar aqueles que olhassem para ela em pedra — e uma das cabeças está de lado e a outra para baixo, e ninguém sabe o motivo. Dentre as lendas, diz-se que ao colocar o dedão no buraco das colunas terá um desejo realizado. E vale dizer que é possível visitá-la de dia e também de noite.

Horário: 9h às 18h30 (bilheteria fecha uma hora antes); das 19h30 às 23h50.
Preço: aproximadamente R$ 167,20
Endereço: Alemdar, Yerebatan Cd. 1/3, 34110 Fatih